Quinta-feira, 08.11.07

É proibido ocupar um lugar no Parlamento vestindo uma armadura, mas é ainda mais proibido morrer-se nesse lugar, sob pena de ser detido. Por outro lado, uma mulher grávida pode urinar no capacete de um polícia. A televisão UKTV Gold publicou ontem o ranking das leis britânicas mais absurdas.

No topo da lista, realizada com respostas de quatro mil pessoas, encontra-se a proibição de morrer no Parlamento (27%).

Colar um selo com a imagem do rei de cabeça para baixo, que é considerado um acto de traição, segue em segundo lugar com 7% dos inquiridos a considerar a lei mais absurda.

Segue-se a lei que permite uma mulher trabalhar com o peito descoberto se for empregada de uma loja de espécies tropicais em Liverpool.

No ‘reino do absurdo’, está também classificada a obrigação que têm todos os escoceses de abrir a porta de casa a qualquer pessoa que precise urgentemente de utilizar a casa-de-banho.

É também de destacar a permissão de matar um escocês nos muros da antiga cidade de York, mas somente com arco e flechas ...



publicado por rais parta ó miúdo! às 10:17 | link | comentar

badge
últimos

Masturbação? Só no confor...

Bifes

tags

todas as tags

mais sobre mim